Diversos 16/06/2021

Conheça 6 países que dão visto de investidor permanente

Conheça 6 países que dão visto de investidor permanente | Rotunno Cidadania

O interesse de brasileiros pelo visto de investidor cresce cada dia mais, muitos deles impulsionados pelo desejo de permanência no país escolhido, uma vez que esse tipo de visto dá direito a residência temporária ou permanente, em alguns casos.

Todo esse processo é muito técnico e precisa ser estudado, entendendo as regras de cada programa, além de preenchimento de toda a parte burocrática documental.

No texto de hoje, falaremos sobre os principais países que concedem o Golden Visa ou visto de investidor, para que você saiba como cada um funciona e assim escolher a melhor para obter o seu visto.

Visto de Investidor EUA

Existe uma série de necessidades para entrar nos Estados Unidos, principalmente para gerar renda. Por isso, uma das formas de facilitar esse processo é a utilização do visto EB-5, que a cada ano vem cresce o número de interesses por brasileiros que sonham em morar no país.

Criado nos anos 90, o EB-5 categoriza o visto de residência permanente nos EUA. A diferença entre essa permissão e as outras é que o EB-5 foi criado para investidores estrangeiros com a principal finalidade de incentivo da economia de regiões pouco desenvolvidas ou ainda em setores em crise, gerando assim novas ofertas de empregos.

Devemos lembrar que ele não é exclusivo para brasileiros, então, outras nações são igualmente aptas para solicitação do visto. Um dos países que mais tem entradas na categoria é a China.

Um bom ponto do visto EB-5 é que ele concede direitos aos cônjuges e filhos solteiros com menos de 21 anos.

São duas as formas de adquirir o EB-5: investindo em empresas que já existem ou abrindo uma empresa nos EUA, que geralmente leva mais tempo. Nos dois casos, o investidor deve comprovar a legalidade de seus rendimentos antes de começar.

De acordo com o site da imigração, o valor mínimo atual de investimento é de $ 1,8 milhão (ou $ 900.000 em áreas de emprego específicas - TEA) em uma nova empresa comercial que beneficiará a economia dos EUA e criará pelo menos 10 cargos de tempo integral para funcionários qualificados.

Visto de investidor

Vistos de Investidor Portugal

No caso de Portugal, o visto de investidor, que também é conhecido como Golden Visa (ou Visto Gold), é um programa amplo que concede diferentes visto para diferentes tipos de investimento, desde transferência de capital, até compra de imóveis antigos de mais de 30 anos.

Oficialmente, o visto se chama Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI). A popularidade dele vem por conta das vantagens que são adquiridas quando o interessado entra no programa, além dos requisitos mínimos de estadia serem leves e pela rapidez na hora da obtenção do visto.

Não só isso, mas também pode usufruir dos seguintes itens:

  • Passe livre para viajar pela Europa;
  • A família recebe os mesmos direitos e benefícios;
  • Prazo mínimo de permanência baixo;
  • Possibilidade de benefícios fiscais;
  • Possibilidade de segunda residência.

Após 5 anos, o solicitante pode requerer residência permanente no país como também e cidadania portuguesa.

O investimento para obtenção do direito ao Golden Visa é na maioria direcionados ao mercado imobiliário, com opções de € 500.000 e € 350.000. Outra opção com menor valor é voltado a propriedades marcadas para áreas de baixa densidade, com investimento mínimo de € 280.000.

Visto de Investidor Canadá

No Canadá, o interesse também é grande, afinal, o país tem um dos maiores IDHs (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo, além de ter metrópoles como Toronto, Montreal e Vancouver.

Para se ter o visto de investidor no país, é preciso mostrar sua experiência com empreendimentos, possuir um patrimônio de pelo menos C$1,6 milhão (dólares canadenses) obtidos de forma legal e investir no mínimo C$800mil.

Todo o programada é gerenciado pela CIC - Cidadania e Imigração, órgão responsável pela distribuição do investimento para crescimento econômico de regiões da província canadense.

Uma das vantagens em investir no Canadá é ter o valor de volta após o prazo de 5 anos. Embora não tenha correção de juros, o país concede ao investidor o visto de residência permanente.

Vistos para Investidores Reino Unido

O visto de investidor na Inglaterra se chama Tier 1 e para obtê-lo, é preciso ter mais de 18 anos, abrir uma conta bancária no Reino Unido e investir em fundos específicos do país, que viabilizam a obtenção do visto.

Quando o investimento é feito, é preciso juntar a documentação necessária para dar entrada no pedido do visto. Inclusive, é possível dar entrada no pedido pela internet diretamente no site do governo britânico e começar a preencher o formulário.

Existe a possibilidade de dar entrada com três meses de antecedência da data de viagem e a requisição do visto custa £1,6 mil.

No caso do Reino Unido, o interessado tem que investir no mínimo £2 milhões em ativos no país por cinco anos.

Tendo este visto, a pessoa pode trabalhar ou estudar na Inglaterra por três anos e quatro meses e ainda pode estender sua permanência por mais dois anos.

Se esse for o seu primeiro visto, é necessário passar por uma entrevista na Inglaterra e após três semanas, é possível ter a decisão do visto.

Visto de Investidor Malta

Em Malta, pessoas de todas as nações conseguem solicitar cidadania por investimento. Porém, o interessado tem de realizar um investimento dentro do país e também deve preencher os requisitos mínimos exigidos pelo Estado.

O Programa para Investidores Individuais de Malta começou em 2014 e começou a chamar muita atenção de investidores. Com isso, o país conseguiu registrar o terceiro maior crescimento de pessoas que adquiriram cidadania por investimento na União Europeia.

Inclusive, este foi o primeiro programa de cidadania por investimento a ser reconhecido pela Comissão Europeia.

Os principais investimentos para obtenção desse visto, são:

  • Desembolsar 650 mil euros no Fundo Nacional Social e de Desenvolvimento;
  • Alugar um imóvel no país por um valor mínimo de 16.000 € por ano, ou comprar uma propriedade de, pelo menos, 350 mil euros;
  • Adquirir 150 mil euros de ações aprovadas pelo governo do país.

Como iniciar o processo de solicitação de visto?

Após ver os principais países que têm opções de visto de investidor, é hora de começar a pesquisar qual empresa vai te ajudar a realizar todo o processo.

Afinal, com as regras para os vistos podendo mudar como nos casos dos EUA e com o Brexit, por exemplo, é importante contar com uma empresa especializada para acompanhar o processo.

A Rotunno Immigration Solutions & Business é uma empresa especializada em assessoria para soluções imigratórias.  Entre em contato com nossa equipe e veja como solicitar o visto de investidor para diversos países.

Leia também outras notícias

  • Dupla cidadania na pandemia é um bom investimento? | Rotunno Cidadania Diversos

    Dupla cidadania na pandemia é um bom investimento?

    Leia mais

  • Como validar diploma brasileiro em Portugal, nos EUA e Canadá. Guia Completo | Rotunno Cidadania Diversos

    Como validar diploma brasileiro em Portugal, nos EUA e Canadá. Guia Completo

    Leia mais

  • Morar na Alemanha: Conheça as vantagens | Rotunno Cidadania Diversos

    Morar na Alemanha: Conheça as vantagens

    Leia mais

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.