Cidadania Italiana 28/07/2020

Cidadania italiana via administrativo na Itália

Cidadania italiana via administrativo na Itália | Rotunno Cidadania
Hoje vamos falar sobre o processo de Cidadania italiana via administrativo. Estima-se que 30% da população brasileira tenha direito de solicitar o reconhecimento. E um dos caminhos para fazer isso é solicitar diretamente a uma prefeitura da Itália (comuni), seja viajando até o país ou nomeando um procurador para resolver as questões burocráticas. Ao se tornar cidadão italiano, passa a ter reconhecimento perante ao governo como membro da sociedade italiana, podendo assim intervir na formação política com o voto, pagar os impostos, participar da economia do país e, claro, ter o direito e ir e vir para qualquer lugar. Se você tem interesse em solicitar cidadania italiana via administrativo, precisa ler este texto. Vamos te explicar como funciona e esclarecer as principais dúvidas.

Quem tem direito a cidadania italiana?

Todo o indivíduo que conseguir comprovar que possui um ascendente italiano por meio de certidões de casamento, nascimento ou óbito pode solicitar reconhecimento da nacionalidade. Não é obrigatório conhecer a língua italiana e nem há um limite de geração. Esse sentido de direito vem do princípio Jus Sanguinis. Claro que há circunstâncias que impedem esse direito, tais como:
  • Falta de certidões solicitadas;
  • Erro nas certidões apresentadas;
  • Naturalização brasileira antes do filho nascer;
  • Filhos de mulheres nascidas antes de 1948.
Além disso, pessoas casadas com italiano podem solicitar a naturalização por casamento, desde que respeite o tempo estipulado pelo consulado. Caso o casal tenha filhos, a espera para requerer é de um ano e seis meses. Caso não tenha, de três anos. Vale para filhos adotados ou biológicos. Em uniões homoafetivas o processo é o mesmo. A forma mais barata e rápida de enviar dinheiro para o exterior

Como tirar a cidadania italiana via administrativo

Para que se possa solicitar a Cidadania italiana via administrativo, é preciso comprovar através de documentos a descendência italiano (caso seja por descendência). São documentos básicos como certidões de nascimento, casamento e óbito que devem vir desde o ancestral italiano até a geração do requerente da nacionalidade. Depois disso, é preciso escolher o caminho para entrar com a solicitação. Por ser feita através do consulado no Brasil, via processo judicial e administrativo na Itália, através de comuni. No processo através de comuni, o processo é super rápido e a aprovação chega em até 6 meses. O custo aproximado pode chegar a R$ 40, incluindo despesas, viagem e tudo mais. Você pode fazer por conta própria ou por assessoria.

Por conta própria

Caso tenha domínio do idioma e tenha disponibilidade até o fim do processo (que pode chegar a seis meses), você pode viajar para a Itália e fazer todo o processo sozinho. Para isso, você precisará encontrar uma casa, já que esse tipo de processo envolve registro de residência. Não é tão fácil encontrar uma habilitada para isso e vale lembrar que o tempo é curto (apenas 8 dias após a chegada no país). Uma vez que encontrou, é preciso se inscrever no  no Sistema Anagrafico e esperar a visita da autoridade policial. O vigile avaliará o imóvel e você precisará  mostrar seu passaporte e o comprovante de solicitação de residência. Ao Ufficio dello Stato Civile, em ordem cronológica, precisa apresentar os documentos reunidos no Brasil junto com uma árvore genealógica simples. Após a aprovação, suas Certidões de Nascimento e Casamento (se houver) serão escritas um livro de registro civil da Prefeitura.

Cidadania italiana via administrativo por assessoria

Realizar todo o processo sozinho não é nem um pouco recomendado, ainda mais se você não tem conhecimento legal e no idioma. Por isso, contratar uma assessoria em processos imigratórios para ajudar com todos os tramites ou até realizar todo o processo para você no país é o mais indicado. A Rotunno Immigration Solutions & Business é especializada em processos imigratórios e pode colaborar com você na escolha de residência e preparação de documentação (caso queira fazer sozinho) ou realizar todo o processo por você.

Documentos para o processo de dupla cidadania

Para que você possa solicitar sua dupla cidadania italiana precisa separar os seguintes documentos:
  • original da certidão de nascimento de inteiro teor do requerente, por cópia reprográfica do livro (fotocópia);
  • ficha de antecedentes criminais do requerente;
  • certidão de nascimento do parente que já tem a cidadania;
  • certidão negativa de naturalização (CNN), emitida pelo Ministério da Justiça Brasileiro;
  • certidão de casamento;
  • certidão de óbito.

Conclusão

Como você viu, o processo de solicitação de cidadania via comuni é um dos mais rápidos. Em contrapartida, os gastos são altos. Quem busca agilidade na aprovação, além de optar por esse caminho, pode contratar uma assessoria especializada em processos imigratórios, como é o caso da Rotunno Immigration Solutions & Business. Entre em contato e solicite orçamento. Gostou deste conteúdo? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais.

Also read other news

  • Quarentena ocasionada pelo coronavírus prejudica serviços governamentais na Itália e impacta diretamente os processos de cidadania | Rotunno Cidadania Cidadania Italiana

    Coronavírus - como a doença afeta o processo de cidadania italiana

    Read more

  • Assessoria para Cidadania Italiana no Rio de Janeiro: Conheça a filial da Rotunno | Rotunno Cidadania Cidadania Italiana

    Assessoria para Cidadania Italiana no Rio de Janeiro: Conheça a filial da Rotunno

    Read more

  • Governo Italiano discute reajuste na taxa consular em 2020 | Rotunno Cidadania Cidadania Italiana

    Reajuste na taxa de cidadania italiana pode chegar a 100% em 2020

    Read more

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.