Cidadania Italiana 17/01/2020

Conheça a história da imigração italiana no Rio Grande do Sul

Conheça a história da imigração italiana no Rio Grande do Sul | Rotunno Cidadania

Na travessia do Oceano Atlântico com destino ao Brasil, em meio à crise agrária que assolava a Europa, mais de 100 mil pessoas participaram da imigração italiana no Rio Grande do Sul no século 19.

Mas você sabe exatamente como é a história dos imigrantes italianos?

Aqui nesse artigo, você ficará sabendo, de uma forma concisa e sucinta, um pouco mais sobre a história da imigração italiana na região sul do Brasil, o que proporciona a oportunidade de dupla cidadania para milhões de brasileiros da região.

Para conhecer mais sobre esse assunto, não deixe de acompanhar esse texto até o final.

Boa leitura!

Imigração italiana no sul do país: Conheça mais sobre essa história

Imigração italiana no Rio Grande do Sul

No meio dos anos 1870, os primeiros imigrantes italianos chegavam, de forma tímida, ao Rio Grande do Sul, formando o que viria a ser uma parte da Itália fora do “país da bota” no final do século XIX.

Advindos de Vêneto, Trento e Lombardia, esses italianos vinham fugindo da pobreza para o Brasil, em busca de novas esperanças em terras sul-americanas.

Muitos antepassados dos atuais gaúchos abandonaram, para fugir da grande crise agrícola, suas famílias, casas e histórias na Itália.

Gênova tornou-se uma das cidades com maior número de navios partindo com italianos rumo ao Brasil ao longo das décadas seguintes, principalmente com a alta oferta de emprego que tinha na região sul do país.

Entretanto, ao chegar ao Rio Grande do Sul, principalmente na região da Serra Gaúcha, eles encontraram locais desabitados e com pouca estrutura para receber esses imigrantes.

Sendo assim, a maior parte deles passou a compreender, a partir desse momento, que precisariam começar tudo do zero no novo país, inclusive suas próprias histórias.

As chamadas colônias imperiais, formadas nos primeiros anos em que os italianos imigrantes chegaram ao sul do país, são hoje conhecidas como Bento Gonçalves, Garibaldi, Caxias do Sul e Veranópolis.

Essas cidades concentram grande parte dos descendentes de italianos no Rio Grande do Sul, basta-se notar, por exemplo, algumas tradições e costumes que permeiam a região.

É o caso, por exemplo, da Festa da Uva, que ocorre, de forma bienal, em Caxias do Sul, uma das antigas colônias imperiais, desde a época dos primeiros imigrantes.

Como deu para perceber, há muitos descendentes de italianos no sul do Brasil, o que lhes dá o direito de requisitarem a dupla cidadania italiana.

imigração italiana no Rio Grande do Sul

Apesar de muitos terem o desejo de conseguir a cidadania italiana, principalmente por tudo o que ela proporciona de facilidade na Europa, poucos sabem como se dá o processo.

Processo de dupla cidadania italiana

Em um país com um número tão grande de descendentes de italianos, principalmente na região sul, a quantidade de pedidos de dupla cidadania italiana aumenta a cada ano, sendo a Itália o país que mais concede cidadania a brasileiros.

Até mesmo bisnetos, desde que comprovem, documentalmente, o laço sanguíneo, podem solicitar a dupla cidadania italiana.

Para dar entrada no pedido, são necessários os seguintes documentos (para comprovação do direito jus sanguini):

• Certidões de nascimento
• Certidões de casamento
• Certidões de óbito

Todas essas certidões devem ir desde as daquela pessoa que está requerendo a cidadania até o ascendente italiano que proporcionou o direito à dupla cidadania.

Esses documentos, para serem aceitos pela justiça italiana no processo de dupla cidadania, precisam ser traduzidos de forma oficial, por meio da tradução juramentada.

Para conseguir a tradução juramentada em Porto Alegre, a melhor opção é contar com a 4Doc, uma empresa parceira da Rotunno.

Assim, você pode garantir que o início do seu pedido de cidadania italiana estará garantido oficialmente por tradutores oficiais e que seus documentos terão a autenticidade necessária.

Se você quiser saber mais sobre o tema, entendendo quanto custa o processo de cidadania italiana, a Rottuno Cidadania poderá lhe auxiliar em tudo o que precisar e oferecendo os melhores preços.

Conclusão

Como você viu, a imigração italiana no Rio Grande do Sul começou há quase 150 anos, quando os primeiros italianos chegaram em terras gaúchas e criaram as colônias imperais na região das serras.

Neste texto, você ainda viu como há um grande número de descendentes italianos em diversas regiões desse estado, os quais têm direito a pedir a dupla cidadania italiana.

Além disso, foi possível conhecer como a Rotunno pode lhe auxiliar em todo o processo para dar entrada no processo.

Gostou do artigo de hoje sobre a história de imigração italiana no Rio Grande do Sul?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

Leia também outras notícias

  • Quarentena ocasionada pelo coronavírus prejudica serviços governamentais na Itália e impacta diretamente os processos de cidadania | Rotunno Cidadania Cidadania Italiana

    Quarentena ocasionada pelo coronavírus prejudica serviços governamentais na Itália e impacta diretamente os processos de cidadania

    Leia mais

  • Assessoria para Cidadania Italiana no Rio de Janeiro: Conheça a filial da Rotunno | Rotunno Cidadania Cidadania Italiana

    Assessoria para Cidadania Italiana no Rio de Janeiro: Conheça a filial da Rotunno

    Leia mais

  • Governo Italiano discute reajuste na taxa consular em 2020 | Rotunno Cidadania Cidadania Italiana

    Governo Italiano discute reajuste na taxa consular em 2020

    Leia mais

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.